13 Aug 2019

O chamado “resgate” da literatura de autoria feminina produzida no Brasil do século XIX foi um marco nos estudos sobre a trajetória das mulheres e questões de gênero. Na década de 1970 já poderia ser percebida uma movimentação para a articulação dos estudos sobre a mulher; mas, na literatura, enquanto campo de investigação organizado e reconhecido institucionalmente, só pode ser identificado com a organização do Seminário Regional sobre a Mulher na Literatura (Universidade Federal de Santa Catarina, 1985), e no ano seguinte, criou-se o Grupo de Trabalho Mulher na Literatura (ANPOLL, 1986).

A leitora poderá estranhar, num primeiro momento, e ce...

No começo do mês de agosto foi veiculada no periódico argentino Página 12 uma entrevista de Pablo Steban com Alejandro Dujovne, especialista em história e sociologia do livro e da edição na América Latina e na Espanha e em história judaica moderna. Nesta pequena conversa, Dujovne contrasta diferentes formatos de produção escrita chamando atenção à permanente, embora cada vez mais desafiada, importância de publicações de livros. O papel dos editores e das editoras na definição de agendas acadêmicas e na conquista de legitimidade de trabalhos intelectuais aparece como tema central nas tensas relações entre o mercado editorial e as disciplinas c...

Please reload